Alpha Dog

Alpha Dog Poster

Justin Timberlake ao lado de Bruce Willis e Sharon Stone, num filme de Nick Cassavettes? Com droga, álcool e muitas raparigas engraçadas? Se um único destes elementos, por si só, leva gente ao cinema, todos eles juntos no mesmo filme dá-nos a legitimidade de questionar o pretensiosismo que a obra pode ter. E a questão que eu coloquei previamente deve ter sido unânime nos demais interessados pela 7ª arte – Será Alpha Dog um mero exercício “teen” sob influências MTV, ambicionando unicamente o sucesso comercial? E admito que foi com algum “curioso receio” que visualizei o filme.

Após sensivelmente duas horas de filme, muito bem passadas – diga-se desde já – posso afirmar que Alpha Dog não é um mero filme estratégico, do ponto de vista comercial. E Timberlake, Willis e Stone estão fantásticos nos seus papéis, casting perfeito para o filho de John Cassavettes. O aspecto “cool” de toda a narrativa – um grupo de jovens traficantes de erva, a viverem um sonho de festas diárias com as mulheres mais belas, dinheiro, muito dinheiro, droga e álcool – a bem composta banda sonora e os diálogos modernos tornam Alpha Dog um dos filmes mais “boa onda” que vi ultimamente. Bem ao estilo de outros tantos lançados no último par de anos sob a tutela da MTV.

Contudo, este filme, transpõe os contornos do simples filme “cool”. Primeiro, porque aborda uma história verídica, do traficante mais jovem de sempre procurado pelo FBI e Cassavettes é exímio a escolher os factos que interessam narrar nesta história. Alpha Dog é a história do crime que originou o mandado de captura de Jesse James Hollywood, um traficante de erva californiano, de vinte e poucos anos, e não se perde nas tentações teens dos personagens. Não envereda por trajectos de parco interesse à história que pretende contar, “dando” ao espectador unicamente os factos que interessam à mesma. Numa comunidade em que o sexo, as drogas e a violência estão tão presentes, Cassavettes não se deixa seduzir pelos “fáceis” impressionismos visuais tão comuns neste género de filme. Não mostra sexo sem razão aparente, não ilustra a realidade dos personagens sem uma finalidade. Apesar da boa onda do filme, Cassavettes não entra em facilitismos rentáveis do ponto de vista financeiro. Segundo, porque apesar da algo irónica história do filme, Cassavettes é cruel no desenvolvimento dos personagens. Passo a explicar: Johnny Truelove, o tal personagem inspirado em Jesse James Hollywood e muito bem interpretado por Emile Hirsch, inicia uma rivalidade com Jake Mazursky (Ben Foster) devido a uma dívida financeira. Com o agravar das retaliaçõe, Johnny rapta o irmão de 15 anos de Jake, Zack (Anton Yelchin), num acto irreflectido. Johnny leva uma vida de sonho, repleta de festas e faz-se acompanhar sempre do seu gang, entre eles Frankie (Justin Timberlake). O seu pai, Bruce Willis é um barão de droga e o seu fornecedor de erva e, muito graças a isso, Johnny é respeitado nos subúrbios. Porém, o inesperado rapto obtém duas leituras distintas. A de toda a sociedade, condenando tal acto e a de Zack, que na companhia de Johnny, Frankie e resto gang, passa os melhores dias da sua vida. Se o filme é irónico nesta ambiguidade de leituras, Cassavettes é cruel no tratamento dos personagens. Nesta história não há heróis e, se, ao acompanharmos Zack nesta aventura, rapidamente simpatizamos com Johnny ou Frankie, não mais lentamente os censuraremos com o desenrolar da história. Terceiro, porque nada está por acaso neste filme. A maravilhosa e sedutora cena de Zack na piscina com duas jovens lindas ilustra bem o sonho que ele vive naqueles dias, a cena de pancada de Jake, que por momentos nos transporta para uma filme de artes marciais bem ao nível do melhor de Jet Li, numa festa, enquanto procura o irmão demonstra todo o seu desespero. Alpha Dog é acessível, mas não é grátis.

Recomendo-o a quem quiser passar duas horas bem passadas e quiser conhecer a história de Jesse James Hollywood. E quiser ver as aptidões que Justin apresenta neste filme. E Willis. E Stone. E a mestria de Cassavettes. E droga, álcool e muitas raparigas engraçadas. Porque o filme tem tudo isso. E, depois de o ver, afirmo: ainda bem que o tem!

Anúncios

2 thoughts on “Alpha Dog

  1. o profano diz:

    gOSTEI DESTE FILME. é MESMO ACESSIVEL A QUALQUER GERAÇÃO E MOSTRA UM POUCO O QUE SE PASSA COM A JUVENTUDE NA FAIXA ETÁRIA DOS 14-20 ANOS.
    A CONQUISTA DA FAMA E DO SUCESSO…

  2. Filme ótimo, ótimo mesmo, gostei muito do que comentou, no decorrer do filme você começa a censurar Frank e Johnny, a cena do Jake na festa foi estupenda…

    Jake foi o herói do filme…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: