TOP 2007

Melhores Álbuns Estrangeiros 2007:

1. The National – “Boxer”

2. The Arcade Fire – “Neon Bible”

3. Radiohead – “In Rainbows”

4. Kanye West – “Graduation”

5. Patrick Wolf – “The Magic Position”

6. Klaxons – “Myths of The Near Future”

7. Feist – “The Reminder”

8. The Good, The Bad & The Queen – “The Good, The Bad & The Queen”

9. Beirut – “The Flying Club Cup”

10. Of Montreal – “Hissing Fauna, Are You The Destroyer?”

11. LCD Soundsystem – “Sound Of Silver”

12. Devendra Banhart – “Smokey Rolls Down The Thunder Canyon”

13. Andrew Bird – “Armchair Apocrypha”

14. Spoon – “Ga Ga Ga Ga Ga”

15. Queens of The Stone Age – “Era Vulgaris”

16. Bruce Springsteen – “Magic”

17. The Rumble Strips – “Girls & Weather”

18. Arrah & The Ferns – “Evan is Vegan”

19. The Hives – “The Black & White Album”

20. Battles – “Mirrored”

Melhores Álbuns Nacionais 2007:

1. David Fonseca – “Dreams in Colour”

2. Clã – “Cintura”

3. Wray Gunn – “Shangri La”

4. Jorge Palma – “Voo Nocturno”

5. Coldfinger – “Supafacial”

6. Da Weasel – “Amor, Escárnio e Maldizer”

7. Blasted Mechanism – “Sound In Light”

8. Micro Audio Waves – “Odd Sized Baggage”

9. Pedro Abrunhosa – “Luz”

10. Tiago Bettencourt & Mantha – “O Jardim”

Melhores Filmes 2007:

1. “Gangster Americano”, de Ridley Scott

2. “Black Snake Moan”, de Craig Brewer

3. “Ratatouille”, de Brad Bird

4. “I Am Legend”, de Frank Lawrence

5. “300”, de Zack Snyder

6. “Reign Over Me”, de Mike Binder

7. “Zodiac”, de David Fincher

8. “Bug”, de William Friedkin

9. “Transformers”, de Michael Bay

10. “Piratas das Caraíbas: Nos Confins do Mundo”, de Gore Verbinski

Todas as listas foram elaboradas em função dos álbuns que ouvi e dos filmes que vi ao longo do ano. É, assim, uma lista de cariz pessoal e refere-se à quantidade das obras que conheci. Nomeadamente em relação ao cinema, a qualidade dos filmes ficou um pouco àquem do que eu esperava (pelo menos comparando com 2006), mas acredito que os filmes que por agora vão estreando em Portugal vão alterá-la significativamente (como exemplo os muito aguardados: “No Country For Old Men”, dos irmãos Coen; “Sweeney Todd”, de Tim Burton; “There Will Be Blood”, de P.T. Anderson; “Into The Wild”, de Sean Penn, entre outros).

Em relação à música considero que foi um bom ano a um nível global e refiro o meu orgulho nos principais álbuns nacionais deste ano que por agora finda, alguns dos quais certamente figurariam num top absoluto da minha autoria, como uns dos melhores álbuns mundiais do ano.

E assim, venha 2008.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: