Best Of 2009

Como já vem sendo um hábito, o Royal Cafe não quer deixar passar o findar de mais um ano recheado de excelentes momentos, quer cinematográficos, quer musicais, sem proceder à eleição das típicas tabelas saudosistas e, também, celebradoras.

Assim sendo, e recordando que o valor das mesmas significa o que significa, decidi brindar os visitantes com alguns dos melhores momentos de 2009, no que à temática diz respeito.

A classificação é estritamente de índole pessoal e, recordo também, baseada unicamente naquilo que vi e ouvi ao longo do ano transacto (e cuja data de lançamento se refira ao mesmo ano).

Espero que gostem, comentem, questionem e, se for esse o caso, reconheçam.

Aqui vai:

Melhores Momentos Cinematográficos de 2009

1. “Avatar” (de James Cameron”)

Porque todo o filme é uma experiência singular. Não dá para destacar uma cena específica.

2. “A Vida Casada de Ellie & Carl” (Pixar’s “UP”)

Pela capacidade de síntese, do uso de simbolismos, de ilustração de amor, união, alegria, tristeza e solidão. Fabuloso, puro exemplo de magia cinematográfica. É, por si só, a melhor “curta” do ano.

3. “Sequência Inicial” (“Inglorious Basterds”, de Quentin Tarantino)

Cinema no seu estado puro, ao melhor estilo de Sergio Leone. As excelentes interpretações dos actores, os diálogos e o suspense que consegue criar. Poderia estar aqui também referenciada a sequência do bar subterrâneo, com os alemães. Mas nessa tive pena que Tarantino não explorasse mais a interacção com os personagens que as cartas referem, durante o jogo a que jogam.

4. “Sequência Inicial” (“The Hurt Locker”, de Kathryn Bigelow)

Pela intensidade. Melhor início de filme possível, a introduzir-nos e a tirar-nos aquele que esperamos que seja o protagonista do filme, com uma frieza singular. A realização, montagem e tensão que toda esta sequência imprime no espectador. Não há volta a dar, somos imediatamente “sugados” para o filme que se avizinha.

5. “Cena de Dança” (“500 Days of Summer”, de Marc Webb)

A melhor demonstração do estado de alegria desde a dança de Gene Kelly em “Singing in The Rain”. Um recurso estílistico fantástico num filme todo ele recheado de pequenas delícias.

Menções honrosas:

O final de “Ágora”, o início de “District 9”, a sequência do circo de “Coraline”.

Melhores Filmes de 2009

1. Avatar, de James Cameron

2. Inglorious Basterds, de Quentin Tarantino

3. Ágora, de Alejandro Aménabar

4. UP, de Pete Docter

5. The Hurt Locker, de Kathryn Bigelow

Menções Honrosas:

(500) Days of Summer, de Marc Webb; District 9, de Neil Blomkamp; State of Play, de Kevin Macdonald; Taking Woodstock, de Ang Lee

Melhores Álbuns Estrangeiros 2009

1. Grizzly Bear – “Veckatimest”

2. Franz Ferdinand – “Tonight”

3. Fanfarlo – “Reservoir”

4. Noah & The Whale – “First Days of Spring”

5. Arctic Monkeys – “Humbug”

Menções Honrosas:

The Antlers – “Hospice”; The Temper Trap – “Conditions”; Animal Collective – “Merriweather Post Pavillion”; Yeah Yeah Yeahs – “It’s Blitz”; Florence & The Machine – “Lungs”; The XX – “The XX”; Phoenix – “Wolfgang Amadeus Phoenix”; La Roux – “La Roux”; Muse – “The Resistance”; Dirty Projectors – “Bitte Orca”; Marcelo Camelo – “Sou”; Devendra Banhardt – “What Will We Be”; Patrick Wolf – “The Bachelor”; Them Crooked Vultures – “Them Crooked Vultures”; Andrew Bird – “Noble Beast”; Wave Machines – “Wave If You’re Really There”

Melhores Álbuns Nacionais 2009

1. B Fachada – “B Fachada”

2. João Coração – “Muda que muda”

3. Sean Riley & The Slowriders – “Only Time Will Tell”

4. The Legendary Tigerman – “Femina”

5. Os Golpes – “Os Golpes”

Menções Honrosas:

Rodrigo Leão – “A Mãe”; David Fonseca – “Between Waves”; Macacos do Chinês – “Ruídos Reais”; Diabo na Cruz – “Virou”

10 Canções Inesquecíveis de 2009

Grizzly Bear – “While You Wait For The Others”

Noah And The Whale – “Blue Skies”

Wave Machines – “Punk Spirit”

Florence & The Machine – “Rabbit Heart (Raise It Up)”

La Roux – “I’m Not Your Toy”

Fanfarlo – “The Walls Are Coming Down”

Arctic Monkeys – “My Propeller”

Yeah Yeah Yeahs – “Soft Shock”

The Antlers – “Bear”

The Temper Trap – “Sweet Disposition”

Com a certeza que ainda falta muito por ver e ouvir, do que foi feito em 2009, encaro o novo ano com a certeza que o ano passado nos brindou com inúmeros excelentes momentos, no que aos panoramas musicais e cinematográficos diz respeito.

Espero que 2010 esteja à altura. Caso contrário, não me importo de o ir atravessando com a banda-sonora do ano passado e fazer das sessões de cinema um roteiro do que ficou a faltar ver do catálogo de 2009.

Cumprimentos,

Voltem sempre.

Anúncios

2 thoughts on “Best Of 2009

  1. Ivo Silva diz:

    Desculpa por me intrometer tão tardiamente nesta discussão, mas gostava só de deixar duas sugestões para os momentos cinematográficos de 2009:

    – Os primeiros 20 minutos de Star Trek e a forma como J.J. Abrams me permitiu, a mim não-trekie, apreciar o “reboot” da saga sem conhecer toda a “mitologia” que lhe estava ligada.
    – A sequência inicial de Watchmen, ao som de Bob Dylan com as “fotografias vivas”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: