March Music Madness: #3

Já alguma vez vos disse que sou um romântico?

Pois.

Bem, se há corrente que me agrada particularmente na música clássica é a do Romantismo. Há uns tempos atrás mencionei aqui pelo Royal (na altura em referência a um tema dos Vampire Weekend) que é do Pathos que faço grande parte do meu combustível. Emoção, sentimento, intuição – fuck the aesthetics, give me some feeling babe.

Ser romântico é ser rebelde, é ser inconformado, é ter fervor no sangue, é ter paixões, é tirar o máximo de tudo o que há de bom na vida. Haverá mote melhor do que este? Gosto de crer que não.

De todos os românticos, há um que admiro particularmente. Nasceu em Hamburgo (1833) e aos 10 anos já dava concertos, a interpretar obras de Mozart e de Beethoven. Viveu uma juventude errante, mas aos 20 anos Schumann “adoptou-o” como um génio. Autor de inúmeras obras memoráveis, não tardou a ser apontado como o principal sucessor de Beethoven. Aos 30 anos mudou-se para Viena e foi lá que viveu o esplendor da sua glória criativa.

A última obra que compôs, Vier ernste Gesänge” (“Quatro Canções Sérias”) é uma espécie de elogio à vida e ofereceu-a a si próprio no seu derradeiro aniversário (1896). Digam lá se Romantismo não é isto?

O seu corpo viria a padecer no ano seguinte, mas não restam dúvidas de que o seu legado será eterno.

Deixo-vos com a “Sinfonia núm.4”, aquela que do que dele conheço mais me marcou. Gosto tanto que era capaz de me comprometer à criação de imagens para toda a narrativa que a obra me transmite. Talvez, um dia, algures.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: