March Music Madness: #23

E pronto, é neste momento que vocês me mandam às couves.

Calma, que eu concordo convosco; o “Mellon Collie and The Infinite Sadness” é que é a grande obra-prima destes meninos. Épica e brilhante amálgama de música, a todos os níveis.

Mas foi com este disco que os conheci.

Estávamos em 1993 e ainda hoje não consigo disfarçar a minha quase infantil vulnerabilidade perante a coesão de canções que este disco apresenta: simples, objectivas, honestas.

E sim, são os Smashing Pumpkins.

Ou pelo menos eram, no tempo em que tinham um coração.

Nunca me cansarei de voltar a este disco.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: