March Music Madness: #27

Josh Homme, Nick Oliveri, Mark Lanegan e o regresso, pela primeira vez desde a tragédia de Kurt Cobain, de Dave Grohl ao lugar que o catapultara para a eternidade.

Qualquer disco que envolva estes nomes terá sempre de sair perfeito.

“Songs for the Deaf”, sendo então o disco que nasceu dessa colaboração, teve o dom de fazer dos QOTSA um super grupo de massas e de elevar o hard/stoner rock a um totalmente novo patamar. Felizmente, e graças a isso, teve também o dom de cair nos encantos de uma nova geração, cuja desconfio (e espero) que fará dos próximos anos casos muito sérios naquilo que poderá vir a ser o futuro do Rock & Roll (Artic Monkeys, Wolfmother, Jack White, Graveyard, Tame Impala…).

Rock à séria.

Música a sério.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: