March Music Madness: #28

Portugal é um país de talentos, foda-se!

Mentalizem-se disso e nunca se esqueçam do singular ADN que nos caracteriza. Estamos em todo o lado, e por todo o lado desfilamos essa fibra que de Viriato herdámos.

Temos tanto motivo de orgulho, tanta honra para prevalecer dentre todos esses espectros menos positivos que nos acompanham.

O disco que hoje aqui abordamos é obra de Portugueses. Correcção, obra de uma mão cheia de intemporais génios Portugueses.

Data de 2004 (esse fenomenal disco), exímio registo sobre composições que nasceram pelas mãos de um irreverente mestre ao longo dos anos 80.

Tudo o que marcou este projecto foi denotado de sublimes tons e não tenho quaisquer tipo de problemas em admitir que, para mim, os Humanos são a mais bela, a mais atractiva e a mais perfeita definição de super-grupo musical de todos os tempos.

Quaisquer tipo de problemas também não tenho em afirmar que se pudesse ter o dom de voltar atrás e pudesse escolher a minha presença num único concerto de todos os milenares anos de história musical (desde ao Santana no Woodstock aos Metallica no S&M, entre tantos mas tantos outros), muito provavelmente seria o do vídeo que aqui vos deixo:

Em Portugal, para Portugueses, por Portugueses.

Generosamente inenarrável.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: