36 Álbuns Mais Aguardados de 2014 (II)

15. Kanye West (TDPC)

Kanye-West

Depois de “Yeezus”, o que se seguirá? Poderá Kanye ainda ser capaz de nos surpreender pela positiva? Assim o esperamos.

14. Metallica (TDPC)

Metallica

6 anos depois do óptimo “Death Magnetic”, Metallica parecem estar de volta. Mega-digressão Europeia seguida de novo álbum? Quão fixe consegue isso ser?

13. Wilco (dBpm, TDPC)

wilco

“The Whole Love” foi/é um álbum brilhante. Como também o é até agora a carreira de Jeff Tweedy. Novo álbum de Wilco será sempre motivo de festa.

12. Pharrell (Columbia, TDPC)

Pharrell

Festa também é sinónimo de Pharrell. Depois de ter sido um dos “Reis” de 2013 através das colaborações com os Daft Punk e o Robin Thicke (dificilmente alguma outra voz soou tanto nas rádios como a sua, este ano que passou), Pharrell volta à carga a título pessoal. Assistiremos em 2014 à sua verdadeira cerimónia de coroação? Era fixe que soasse um pouco à sua versão NERD.

11. Foo Fighters (TDPC)

foo-fighters

A man’s gotta do what a man’s gotta do. Right? Felizmente com Dave Grohl continua a ser assim. Depois de Sound City e da sua colaboração em …Like Clockwork (QOTSA, álbum de 2013 para o Royal Cafe), Dave Grohl voltou ao estúdio para criar coisas novas de Foo Fighters. Kurt Cobain já não está cá, mas deixou um óptimo representante.

10. Lana Del Rey – Ultraviolence (Interscope, DPC)

Lana

Lana Del Rey inspirada na “Laranja Mecânica” de Kubrick? Gosto de acreditar que isto soa bem. A voz dela soa, pelo menos. Mas isso já todos o sabemos.

9. Bruce Springsteen – High Hopes (Columbia, 14/1)

Álbum novo do Boss será sempre um acontecimento. Assim o é desde há 40 anos, assim o será também hoje. Pelo que consta, Tom Morello passeia a sua criatividade por grande parte do álbum. O single anunciado revela aquilo que já se espera de alguém como Bruce Springsteen: nunca desilude.

8. Fleet Foxes (TDPC)

fleet

O terceiro álbum de Robin Pecknold & Cª está aí na calha. A banda proveniente de Seattle que conseguiu ter mais impacto pelo mundo desde os tempos do grunge já nos mostrou que é capaz de fazer do melhor folk que há à face da terra. A parada está altíssima, portanto.

7. Tv on The Radio (TDPC)

Depois de Dave Sitek ter produzido “BE”, dos Beady Eye, decidiu regressar a Brooklyn e reactivar o espírito criativo de uma das mais inovadoras bandas do novo milénio. A julgar pelos primeiros avanços, “Million Miles” e “Mercy”, vem aí mais um grande álbum. Será capaz de destronar o genial “Return To The Cookie Mountain”?

6. Elbow – All At Once (TDPC)

Elbow

A banda de Guy Garvey é já um caso sério no panorama musical. The Seldom Seen Kid (2008) foi um álbum magistral. Build a Rocket Boys! (2011) foi menos expansivo, mas igualmente sublime. Só posso estar entusiasmado com o que dali poderá vir.

5. Beck – Morning Phase (Capitol Records, Fevereiro)

O menino prodígio está de volta. Uma vez mais com o seu Pai, David Campbell, a encarregar-se das secções de cordas e de sopro. Com uma carreira já de quase 20 anos, Beck Hansen não é mais um menino neste tipo de andanças, se é que alguma vez o foi. Morning Phase pode muito bem vir a ser o álbum do ano. Os avanços “Defriended” e “I Won’t Be Long”, pelo menos, são dois tema do car****.

4. Frank Ocean (TDPC)

frankocean

A sensação de 2012, neo-r&b psychedelic pop star, tem dedicado a sua vida ao seu novo álbum. Desta feita cita nomes como os Beach Boys e os Beatles enquanto principais influências. Surgem rumores de colaborações com Dave Gahan (Depeche Mode), Kevin Parker (Tame Impala) e de possíveis retribuições de nomes como Beyoncè, Jay Z, Earl Sweatshirt, John Mayer ou Kanye West. Tem tudo para ser histórico, portanto.

3. U2 (Island Records, TDPC)

U2

O ano de 2014 marcará também o regresso dos U2 à casa que os lançou, Island Records. Significará isso que iremos também assistir a um regresso à melhor forma da maior banda da actualidade? “Ordinary Love”, a música que compuseram em homenagem a Nelson Mandela mostra que têm essa vontade. Seria óptimo. 

2. Cloud Nothings (TDPC)

Não conseguirei contabilizar a quantidade de vezes que dou por mim a voltar a “Attack on Memory” (2012), esse mais do que fantástico álbum de uns putos de Cleveland (produzido por Steve Albini, o mentor de In Utero dos Nirvana e de Surfer Rosa dos Pixies). Dylan Baldi, vocalista, guitarrista e compositor dos Cloud Nothings, é a minha maior aposta para os anos que se seguem de rock n’ roll. Tão seguro que já é mais uma confirmação do que uma aposta – há até quem lhe chame o novo Kurt Cobain. Eu não irei tão longe, até por considerar que se mexem em campos (e épocas, obviamente) diferentes. Mas não terei dúvidas em corroborar de que estamos perante algo especial. O tempo nos dirá.

1 (ex-aequo). Damon Albarn (TDPC)

Damon Albarn a estrear-se a solo. Que mais poderemos dizer? Uma das mais criativas mentes musicais dos últimos 20/30 anos, parte de inúmeros projectos de incomparável brilhantismo (Blur, Gorillaz, The Good The Bad & The Queen… é mesmo preciso continuar a enumerar?) irá finalmente estrear-se a solo. O primeiro teaser tem apenas 20 segundos e já é capaz de tornar esse tão aguardado álbum num dos melhores que ouvi este ano.

1 (ex-aequo). Tim Smith (TDPC)

Os 36 álbuns mais aguardados de 2014 podem na verdade vir a ser 37. Isto porque o álbum do novo projecto de Tim Smith – ex-vocalista e principal compositor dos Midlake – agora revestido sob o nome de Harp, poderá ficar concluído ainda em 2014. Tim é um dos últimos verdadeiros génios musicais que eu conheço. Digo-o a sério. Qualquer fã dos Midlake terá percebido isso com “Antiphon” (no qual o génio de Smith já não pertence). Talvez tenhamos a sorte de continuar a receber dádivas dessa transcedental capacidade criativa de Tim – é importante que ele saiba que existe gente pelos vários pontos do mundo a desejar essa sorte. E que, mesmo que tal álbum não chegue em 2014, nos próximos anos o nome dele voltará sempre a fazer parte do topo desta lista. Porque também é importante que nós saibamos o quão importante isso pode ser para nós.

tim smith

*DPC = Data de lançamento Por Confirmar

** TDPC = Título e Data de lançamento por Confirmar

36 Álbuns Mais Aguardados de 2014 (I)

Anúncios

3 thoughts on “36 Álbuns Mais Aguardados de 2014 (II)

  1. […] 36 Álbuns Mais Aguardados de 2014 (II) […]

  2. […] ao qual deu o nome de Harp (cuja antevisão de lançamento do álbum de estreia fez o topo da lista dos álbuns mais aguardados de 2014 para o Royal […]

  3. […] Foram uma das maiores revelações/confirmações musicais de 2012 e são uma das grandes promessas/certezas para 2014 (chegaram mesmo ao 2º posto na nossa lista). […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: